Subscribe Us

Header Ads










Ao menos duas pessoas morrem na noite mais fria do ano em São Paulo

 Dois moradores de rua foram encontrados mortos neste sábado (22/08), na região central de São Paulo. Não há, até o momento, a confirmação da causa da morte.


Os dois óbitos ocorreram quando a cidade registra o dia mais frio do ano, chegando a média de 8,2ºC durante a madrugada, segundo dados do Centro de Gerenciamento de Emergência Climáticas (CGE). No entanto, o recorde foi atingido durante a noite, quando os termômetros registraram a média de 8,1ºC e mínima de 6,7ºC na região da Capela do Socorro. 

Leia mais: 
São Paulo tem noite mais fria do ano 

Um dos sem-teto é uma mulher, que foi encontrada na Praça da Sé, por volta das 09h18. A Secretaria Municipal de Segurança Urbana lamentou a morte e informou, por meio de nota, que a Guarda Civil acionou o SAMU, que constatou o óbito ainda no local. O corpo está sendo preservado no local. 

A segunda morte, de um homem, ocorreu na rua 25 de Março, também no centro da capital. A sala de imprensa da Polícia Militar informou que equipes foram acionadas às 09h43 e o caso encaminhado diretamente para a delegacia.

Ambos os óbitos foram registrados e serão investigados pelo 1º DP, Liberdade e os corpos encaminhados ao IML Central da cidade. 

A Prefeitura de São Paulo informou que, na madrugada deste sábado (22), 150 pessoas em situação de rua foram acolhidas, durante a Operação Baixas Temperaturas, que estará em vigor até o dia 06 de Setembro. 

"A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) dispõe de 101 centros de acolhida para pessoas em situação de rua. Durante a situação de emergência, criou 1.222 novas vagas de acolhimento, sendo 672 em oito equipamentos emergenciais em centros esportivos, outras 400 em quatro Centros Educacionais Unificados (CEUs), utilizados durante a Operação Baixas Temperaturas, e 150 vagas para hospedagem de idosos em situação de rua já acolhidos na rede socioassistencial, em três hotéis na região central da cidade", explicou a Prefeitura em nota.

fonte:cnnbrasil



Postar um comentário

0 Comentários